Fabíola de Oliveira (1)

(A escolha pelo Jornalismo Científico)

Fabíola Imaculada de Oliveira (1) - Jornalista formada na Universidade Federal Fluminense (UFF, 1978), mestre em ciências da comunicação (1991) e doutora em jornalismo científico (1998) pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/ USP). Tem curso de especialização em atividades espaciais da Universidade Internacional do Espaço (ISU, 1988), realizado no Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT). Foi vice-coordenadora do Comitê de Educação e Divulgação Espacial da Federação Internacional de Astronáutica (IAF, 1993-1998), e membro da Academia Internacional de Astronáutica (IAA). Trabalhou 16 anos (1982-1998) como assessora de imprensa, escritora e editora de divulgação científica no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Desde 2007, trabalha como consultora de comunicação e escritora de ciência, para organizações como a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e o Parque Tecnológico São José dos Campos (SP).
No depoimento, Fabíola fala sobre o início de uma carreira de 35 anos dedicados ao jornalismo e à divulgação científica. Recém-formada, mudou-se para São José dos Campos, cidade do interior de São Paulo onde a Embraer fabricava aviões. Imediatamente se interessou pelo assunto e pela tecnologia envolvida na produção das aeronaves. Ao conseguir um emprego no jornal local, chamado “Agora”, não hesitou em se oferecer para cobrir Ciência e Tecnologia, com ênfase no setor aeronáutico. Desde então, acumula diversas funções e cargos ligados aos jornalismo científico em inúmeras instituições, com destaque para a atuação no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, onde trabalhou durante 16 anos.

Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas
Área: Comunicação